quarta-feira, 5 de outubro de 2016

[Crônicas – Devaneios] Desinteresse, vácuo e insegurança: A geração do pânico de desilusões


Por Guilherme César



Como sempre, aquele papo de domingo com os amigos somado a um bom texto e algumas experiências pode render uma vontade irresistível de escrever. Não só isso, a inspiração vem junto com bons momentos de reflexão e uma análise fria sobre o que nos cerca. Desta vez, eis que o assunto é o vácuo nosso de cada dia, o típico desinteresse e a insegurança dessa geração hiperconectada e assustadoramente fria. Antes de começar de fato, gostaria de deixar claro que a minha função aqui não é fazer um texto de autoajuda, nem mesmo criar rótulos, determinar cientificamente os erros dessa geração, ou coisas do tipo. Aqui, nessas linhas deixarei a minha reflexão, com base no que vi, vivi e senti. Se você concorda, ótimo! Se você se identifica, meus pêsames! Se discorda, vá em frente! No mais, senta, que o devaneio será longo...

terça-feira, 21 de junho de 2016

[ANÁLISE] GAME OF THRONES - A Batalha épica dos bastardos


Por Guilherme César

- -> CONTEM SPOILERS DO NONO EPISÓDIO DA SEXTA TEMPORADA DE GAME OF THRONES <- -




Seis temporadas com vários episódios memoráveis e cenas marcantes, com sua trama capaz de prender a audiência com facilidade, Game of Thrones se tornou um sucesso indiscutível com uma legião de fãs ferrenhos, que neste domingo receberam um grande presente. No episódio da semana (6x09), intitulado “Batalha dos Bastardos”, os telespectadores ficaram eufóricos com o que foi apresentado.

sábado, 18 de junho de 2016

[Devaneio] Das crises existenciais as quais me defino

Por Guilherme César




Um dia ensolarado subitamente perde seu brilho, o calor desaparece e a chuva chega. Digamos que seja assim que me sinto às vezes, como hoje. Uma súbita mudança climática que ocorre apenas dentro de mim, uma sensação de confusão que me exige refletir, me questionar, às vezes intensa, outras leve, mas sempre repletas de consequências que atingem não só a mim, mas todos à minha volta.